Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Sombra Atrás de Mim

por Andrusca ღ, em 16.04.14

Peço imensa desculpa pela demora a postar, mas o tempo apertou um bocadinho.

Espero que gostem e que digam o que acham

 

Capítulo 8

Novas Relações

 

Depois daquela noite cheia de sustos e medo, as coisas pareceram acalmar um pouco. Tinham passado quatro dias, e apesar de não haver qualquer sinal de ninguém escondido no escuro à espera cautelosamente para atacar, Stacey não conseguia parar de imaginar quando seria de novo atacada por aquela besta. Depois de terem visto a mensagem no espelho, ela e Lydia, limparam-na sem deixar rasto de nada e juraram não contar a ninguém. Mas ele tinha estado na sua casa. Tinha invadido o seu espaço. Se quisesse, podia tê-la agarrado, podia ter dado o mesmo final a Lydia que deu a Adrien, podia ter acontecido uma desgraça. Viver nesta expectativa, neste medo, estava a matar Stacey lentamente. O rosto outrora rosado e simpático estava cada vez a ficar mais pálido, aos poucos começava a emagrecer devido ao stress, a sentir-se mais exaltada, com menos paciência, como se fosse uma estranha a viver dentro da sua própria pele. Tudo isso se adicionava ao facto de precisar de esconder todas essas emoções. De ter de fingir estar bem sempre que alguém lhe perguntava como estava a passar, de ter de sorrir perto dos amigos, dos pais, das pessoas que encontrava na rua, quando tudo o que lhe apetecia era fugir para um sítio bem longe onde ficasse a salvo de tudo isto.

- Não aguento mais – murmurou baixinho, deixando a cabeça cair sobre a mesa enquanto a professora falava sobre um tópico relacionado com a história da cidade. Ao baixar a cabeça permitiu que, por momentos, os seus olhos vagueassem até ao rapaz também de cabelos escuros e com o brinco na orelha. Engoliu em seco à medida que sentia um aperto na barriga. “Quando é que isto vai acabar?”, perguntou-se. Se ao princípio se recusava a estar com Clayton por causa de Adrien, e depois por não querer que todos achassem que tinha esquecido o namorado falecido depressa demais, agora era porque sabia interiormente que não se devia aproximar de ninguém. Que se o fizesse, essa pessoa poderia estar em risco. Deu por si a imaginar aquele assassino a ser apanhado, preso, posto longe, então aí poderia ficar com Clayton, poderia explicar-lhe tudo, contar-lhe aquilo por que está a passar, pedir-lhe que não a abandonasse. Suspirou uma vez mais e, justamente quando ia voltar à sua reviravolta de pensamentos, a campainha tocou – Oh graças a Deus – foi a primeira a levantar-se e a sair, sentia-se a sufocar ali dentro, ultimamente sentia-se a sufocar em todo o lado em que não estivesse sozinha. O problema era que quando estava sozinha sentia medo.

Andou pelos corredores e sentou-se num banco, sozinha, à espera que a campainha voltasse a tocar para a próxima aula. Lydia não tardou a chegar.

- O que é que se passou contigo? – Perguntou, alarmada.

- Desculpa… Estava farta de lá estar – justificou Stacey.

- É História… toda a gente está farta de lá estar – Lydia encolheu os ombros e sentou-se ao lado da amiga – Tens alguma novidade sobre aquele assunto?

- Não, nada. Não precisas de me estar sempre a perguntar isso, Ly.

- Hum… então e acerca do… tu sabes… do esquisitóide?

- Lydia – repreendeu a outra – Ele não é um esquisitóide, e também não tenho novidades. Porque teria? Tudo o que tivemos está acabado.

- Então porque é que ele continua sem parar de olhar para ti a toda a hora?

- Ele não…

- Olha para trás – Stacey obedeceu e a poucos metros, encostado a um pilar que suportava a parede, estava Clayton com o seu ar misterioso e perigoso. Os seus olhares cruzaram-se e por momentos nenhum ousou desviar o seu para outro lado, até que Stacey se viu obrigada a fazê-lo – Não percebo… mas tu gostas mesmo deste tipo – deduziu Lydia.

- Pois… acabei de me lembrar, tenho de ir tirar umas fotocópias… - mentiu Stacey, que se levantou de seguida e começou a caminhar na direcção oposta à do rapaz. Sentia-se completamente impotente, quanto mais tentava fugir dele mais o encontrava, e tudo para se recordar apenas daquilo que já tinha perdido.

Ia a caminhar por um corredor vazio quando sentiu um calafrio. Detestava estes espaços. “Nos filmes de terror as pessoas não sempre apanhadas nestes sítios”, pensou para si. Apressou o passo para chegar mais depressa ao seu destino, porém ouviu um ruído atrás de si e assustou-se, mas quando olhou para trás nada viu. Ao voltar-se de novo para a frente embateu num corpo e deixou soltar um pequeno gritinho.

- Calma… - disse-lhe Oliver, que a olhava de um modo preocupado – Estás bem? Pareces um bocado pálida…

A rapariga respirou fundo.

- Sim, não, estou bem. Desculpa Ollie, assustaste-me…

Ele riu-se.

- Desculpa peço eu nesse caso. Viste a minha namorada? – Stacey franziu as sobrancelhas.

- A tua… namorada? Não sabia que tinhas uma.

- Ela não te disse? A Lydia, nós hum, começámos há dois dias… é recente, se calhar por isso é que ainda não te contou.

Stacey abriu a boca de surpresa. Desta não estava há espera.

- A Ly?! – Perguntou – Bem… parabéns. Sim, eu sei onde ela está, vamos juntos.

Caminharam lado a lado de volta ao banco onde Lydia ainda estava sentada, e Stacey olhou em redor para verificar que Clayton já se tinha ido embora. Ao pé da sua melhor amiga estava agora Rex, e estavam a falar animadamente quando foram interrompidos por si.

- Acho que tens qualquer coisinha para me contar – disse, soltando um risinho.

- O que… - os olhos de Lydia voaram até Oliver e as suas bochechas adotaram um tom mais rosado – Ah! Desculpa… não te contei por causa de tudo o que se tem passado, por causa… - Stacey fez-lhe um olhar para que se calasse e Lydia, algo atrapalhada, mudou o rumo da conversa – da morte do Adrien, e isso.

Oliver foi até ela e deu-lhe um beijo suave nos lábios.

- Bem, eu também não sabia – falou Rex –, não te sintas mal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

De Yria Rivers a 16.04.2014 às 13:04

ahaha ainda bem que gostaste
estou mais eu atrasada nos teus capítulos que tu nos meus, os meus são muito mais pequenos ^^ e não te preocupes, quando tiveres tempo vais lá
Imagem de perfil

De Yria Rivers a 16.04.2014 às 15:33

*suspeitas a pairar sobre a minha cabeça*
por enquanto não gosto do ollie
adorei ^^^
beijinhos
Imagem de perfil

De Miguel Alexandre Pereira a 21.04.2014 às 16:26

já estava curioso com o que acontecia a seguir. gosto imenso do envolvimento com que escreves, começo a ter algumas suspeitas do que vai acontecer a seguir. vamos la ver se acerto :)

Comentar post




Mais sobre mim

foto do autor




The Ghosts

web counter free